A missão da Leads & Ads é simples: conectar o produto ao consumidor que vai comprá-lo. Com esta mentalidade, trabalhamos detalhadamente para que seus anúncios online causem uma diferença positiva no faturamento de sua empresa.

ÚLTIMOS POSTS
CONTACTS
Facebook Ads

Trafego pago ou trafego orgânico: qual é a melhor opção?

Tráfego orgânico e tráfego pago são duas estratégias bastante importantes no marketing digital. Cada uma tem as suas características e benefícios. Por isso, é importante avaliar diversos fatores antes de tomar a melhor decisão entre as duas estratégias. 

Devo investir em tráfego pago ou tráfego orgânico? Esta é uma das dúvidas mais frequentes quando uma empresa decide trabalhar com marketing digital. 

O questionamento ocorre porque cada opção tem as suas particulares, mas podem ajudá-lo com o mesmo objetivo: atrair clientes. 

Neste artigo, vamos abordar as principais informações sobre os dois termos, abordando características, benefícios e impactos na estratégias. 

Continue lendo este artigo e tire todas as suas dúvidas. 

O que é tráfego orgânico? 

Quando vamos tirar uma dúvida no Google ou pesquisar sobre um determinado produto ou serviço, geralmente, aparecem dois tipos de resultados. 

As primeiras posições são destinadas para os anunciantes, ou seja, aquelas empresas que aplicaram um investimento financeiro para ter destaque no maior buscador do mundo. 

Logo após os anunciantes, temos outros tipos de resultados que são denominados de orgânico, isto é, portais que utilizam estratégias de SEO para aparecer nos primeiras páginas do Google. 

Para alcançar a posição de forma orgânica, essas empresas tiveram que criar uma estratégia poderosa de marketing de conteúdo.

Foi necessário produzir conteúdos relevantes, publicar artigos com frequência no blog, divulgar o material nas redes sociais, fazer uma pesquisa de palavra-chave e analisar a concorrência. 

É um trabalho que exige o apoio de uma equipe. 

Em alguns casos, são contratados um profissional para planejar a campanha, outro para produzir o texto, uma pessoa dedicada para revisar o conteúdo e mais um membro do time para cuidar do design. 

Quando a estratégia é alinhada com todos os membros da equipe, as chances de resultados são maiores, uma vez que todos estão olhando para o mesmo objetivo. 

No entanto, não podemos afirmar que a contratação de um time qualificado garante bons resultados. Claro, isso ajuda a otimizar os números, mas o sucesso do projeto depende de outros fatores, por exemplo, a concorrência do mercado. 

Apesar de todo o esforço, os resultados são bastante positivos para quem investe em tráfego orgânico. 

A empresa ganha mais credibilidade no mundo virtual, é possível trabalhar toda a jornada de compra do consumidor e é uma boa oportunidade para tirar todas as dúvidas do cliente sobre o seu produto ou serviço. 

O conhecimento da sua equipe pode fazer bastante diferença nas estratégias de marketing. É um resultado a longo prazo, mas que pode trazer resultados interessantes com vários acessos em seu site ou blog. 

Afinal, o que é tráfego pago? 

Uma forma de entender a diferença entre os 2 tipos de tráfego é imaginar que o tráfego orgânico é como se fosse uma chuva caindo no seu jardim. Você não tem controle sobre a duração, a frequência e o volume da água. 

O tráfego pago, por outro lado, é como se fosse uma mangueira.

Ele aparece imediatamente nas posições mais estratégicas da página de resultados, sendo uma forma de ganhar tempo e retorno de maneira mais rápida. 

Para alcançar boas posições com o tráfego pago, deve-se fazer investimentos para atrair novos cliques para a sua página. 

No entanto, não basta apenas investir um determinado valor no Google. 

Para ganhar destaque no Google, você deve escrever uma mensagem clara, incluir uma palavra-chave que corresponde ao seu conteúdo e um call-to-action (CTA) para incentivar o usuário a tomar uma determinada ação. 

É importante conhecer ainda as diretrizes do Google para surpreender não só o buscador, mas também o usuário que pretende atingir com a sua mensagem. 

Você deve cuidar de todos os elementos do anúncio para que ele seja avaliado de forma positiva pelo buscador.  

Os principais elementos de um anúncio no Google são: texto do título, URL de visualização e texto de descrição. 

Uma das principais vantagens do tráfego pago é que ele tem mais probabilidade de atingir um determinado público. 

Isso ocorre porque a ferramenta permite segmentar o anúncio de acordo com as características do cliente. Então, é possível escolher a localidade, escolaridade, renda, os interessantes, entre outras características. 

Para construir um bom anúncio, recomendamos investir na contratação de profissionais especializados ou de uma agência. Assim, não será necessário ocupar seu tempo com todas as etapas de uma estratégia. 

Tráfego pago ou tráfego orgânico: qual é a melhor opção? 

Quando temos que tomar a decisão entre tráfego pago ou tráfego orgânico, é importante avaliar alguns fatores importantes como objetivo, custo – benefício e necessidade de resultados. 

Sabemos, por exemplo, que o tráfego pago traz um retorno mais rápido que o tráfego orgânico. Portanto, todas as questões devem ser analisadas com bastante cuidado. 

A resposta mais indicada para esse tipo de pergunta é que tanto o tráfego pago como o tráfego orgânico se completam. 

Imagine, por exemplo, que você produziu um artigo com as principais tendências do mercado imobiliário. É um conteúdo fantástico e um dos principais objetivos do marketing é fazer com que ele alcance mais pessoas. Logo, você pode utilizar a mídia paga para aumentar o alcance de leitores.

Portanto, antes de optar por uma estratégia, tente descobrir de que forma o tráfego pago pode impactar no tráfego orgânico. 

Após entender qual é a melhor alternativa entre tráfego pago ou tráfego orgânico, siga-nos nas redes sociais e conheça outros detalhes importantes sobre anúncios pagos no Facebook, Instagram e outras redes sociais.

Author

Pedro Gonçalves

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *